16 Dezembro 2012 ~ 0 Comments

A importância do networking na busca de emprego

Sabia que cerca de 70% a 80% das ofertas de trabalho não são anunciadas nos meios tradicionais (jornais e internet)? Estas vagas são preenchidas por candidatos através de duas vias: candidaturas espontâneas e networking. Hoje em dia o candidato que tem melhor networking é aquele que obterá mais facilmente um emprego.

Então o que é o networking?

O networking consiste na criação de uma rede de contatos profissionais e pessoais com objetivo de partilhar experiencias, informação e recursos. Para isso, é necessário ter em consideração os nossos contactos (amigos, familiares e colegas de trabalho) que nos permitam aceder às suas próprias redes sociais, servindo para dar referências positivas sobre nós e possibilitar um encontro para fins profissionais. No entanto, isto não quer dizer, que o networking possa ser usado como uma forma de obter relações puramente por interesse, mas antes, com o intuito de beneficiar ambas as partes, numa óptica de pedir, dar e agradecer.

Contactos de Networking

Faça networking

Fazer networking pressupõe partilhar os seus objetivos profissionais com as pessoas da sua rede e questiona-las se possuem alguma informação ou contactos úteis para a sua área de interesse profissional. O networking assenta na confiança entre as pessoas da rede, por isso tenha em consideração este aspeto.

Prepare-se para fazer networking:

1. Em primeiro lugar, crie uma lista de pessoas que foi conhecendo ao longo da sua vida: professores, amigos, familiares e (ex)colegas (trabalho, da faculdade, da equipa de futebol, etc). A sua lista deverá conter:

  • Nome completo
  • Contactos telefónicos (telemóvel, comercial e residencial)
  • E-mail
  • Endereço
  • Profissão / empresa (em que trabalha ou já trabalhou)
  • Área de negócio
  • Referências sobre, como e onde se conheceram
  • Data de aniversário (para enviar uma lembrança ou um email no aniversário, como pretexto de manter o contacto)
  • Fotografia (permite relembrar as feições da pessoa quando a encontrar novamente)

2. Identifique os seus objetivos profissionais a curto, médio e a longo prazo e identifique as suas competências quer a nível técnico (hard skills), ou a nível das suas competências transversais (soft skills). Neste âmbito, será útil elaborar uma matriz swot, onde pode referir as suas forças, oportunidades, fraquezas e ameaças ao nível do seu perfil profissional. Após isto, terá com certeza, uma ideia mais clara do caminho a seguir na sua carreira profissional.

3. Crie uns cartão-de-visitas para oferecer às pessoas que vai conhecendo ou conhece.

Este cartão deverá ter a seguinte informação:

  • Nome
  • Formação académica
  • Áreas de interesse profissional
  • Telefone/telemóvel
  • E-mail

Através do seu cartão-de-visita, deverá transparecer uma imagem profissional e positiva de si. Evite utilizar “floreados” e o seu email deverá estar isento de alcunhas ou outros nomes que possam passar uma imagem errada de si.

Como praticar o networking?

Para praticar networking é necessário ter uma vida social ativa, através da participação ou organização de eventos variados tais como jantares com amigos, seminários, cursos, reuniões, etc. Assim, sempre que estabelecermos uma relação de confiança mútua com as diferentes pessoas que vamos encontrando nestes eventos, estamos a praticar o networking.

Esta tarefa exige esforço e perseverança da nossa parte, devendo ser praticado sempre que possível, porque nunca sabemos quando podemos encontrar ou conhecer aquela pessoa que nos poderá ser uma mais-valia para alcançar um emprego ou estabelecer uma parceria de negócio.

Deverá ter em conta a sua postura e linguagem corporal. Ao interagir com as pessoas mostre-se relaxado, confiante e genuinamente interessado e entusiasmado com o que a outra pessoa diz. Assim conseguirá mostrar uma imagem mais favorável de si e despertará o interesse das pessoas.

É mais fácil interagir com desconhecidos quando somos apresentados por alguém conhecido em comum. Caso não tenha ninguém para o apresentar, deverá obviamente abordar a pessoa com quem pretende estabelecer contacto e apresentar-se. A sua apresentação deverá ser breve, de forma a passar o foco da conversa para a outra pessoa. Faça perguntas, de preferência abertas (onde, quem, para quê). Para promover o diálogo, devemos ouvir mais do que falamos, e é essencial focar a conversa numa temática que seja de interesse comum, com o intuito de despertar o interesse da outra pessoa em tê-lo como seu contacto. É importante referir o nome da pessoa várias vezes durante a conversação uma vez que ajuda-nos a demonstrar interesse por ela.

No fim da conversa, entregue o seu cartão de visitas e peça à outra pessoa o seu. Caso esta não possua, pergunte se é possível dar-lhe um contacto.

Onde poderá praticar o networking?

  • Participe em feiras de emprego, eventos profissionais ligados à(s) sua(s) área(s) de interesse(s), colóquios, feiras, seminários, workshops, ações de formação, cursos, etc. Nestes eventos, encontrará facilmente pessoas bem estabelecidas profissionalmente e que possuem um bom networking. O momento mais oportuno para se dar a conhecer, será durante o cofee break ou durante o almoço.
  • Fazer parte de associações, organizações, grupos ou federações da sua área profissional.
  • Participação em atividades na sua comunidade (caminhadas, voluntariado, apoio a causas sociais, etc).
  • Fazer ativamente parte em grupos e fóruns na internet, da sua área profissional .
  • Redes sociais on-line (facebook e linkedin).
  • Speednetworking- consiste em encontros breves em termos de tempo onde cada um dos intervenientes se dá a conhecer e quando o tempo termina, falará com outra pessoa pelo mesmo período. Isto permite, num pequeno espaço de tempo, fazer vários contactos. Em Portugal já existem algumas iniciativas destas, tal como as que são organizadas pela plataforma www.speednetworking.com.pt

Para desenvolver um bom networking é necessário:

  • Ser proactivo- deve buscar continuamente situações onde possa desenvolver o seu networking.
  • Manter uma linguagem corporal positiva: apresentar um cumprimento agradável, sorrir, manter as palmas das mãos abertas e manter o contacto visual.
  • Privilegiar o contacto pessoal – apesar de hoje em dia ser mais fácil manter o contacto através das redes sociais, email ou telefone, é necessário promover o contacto pessoal para que as relações sejam mais profundas e duradouras.
  • Ser generoso, sem esperar nada em troca.
  • Fazer os contactos de uma forma estratégica- só faz sentido contactarmos as pessoas se tivermos um propósito em mente.
  • Dar tempo ao tempo- não deverá pedir algo logo no primeiro contacto. O networking é feito de uma forma paciente.
  • Comunicar corretamente- a comunicação é essencial para facilitar as relações sociais. Não se esqueça que é muito importante causar uma boa impressão https://motivacaoemprego.pt/como-causar-uma-boa-impressao/ .
  • Participar em atividades sociais- deverá selecionar e comparecer em eventos que possam ser mais interessantes do ponto de vista da sua área profissional ou daqueles que lhe possam trazer uma mais-valia.

Leave a Reply