09 Julho 2013 ~ 0 Comments

Regras para fazer um currículo

Na preparação do seu currículo você deve ter em conta um conjunto de regras básicas  de forma a torna-lo o mais eficaz possível, aumentando assim as suas chances de conseguir uma entrevista de emprego.

Quais as regras básicas para fazer um currículo

Deve ser Curto, Claro e Objetivo

Quanto mais pequeno for o seu curriculum vitae melhor:

  • Uma página para quem tem pouca ou nenhuma experiencia profissional;
  • Duas páginas caso você tenha um percurso profissional mais extenso;

Evite ser muito descritivo, evitando colocar todas as suas cadeiras do seu curso superior; números de cartão de identidade, segurança social, contribuinte por exemplo.

As frases devem ser curtas, evitando divagações e palavras demasiado complexas, no entanto, isto não invalida a utilização de termos técnicos respeitantes ao setor laboral a que concorre.

Deve ajustar-se à linguagem do leitor

Tendo em conta a redação dos anúncios que você vai responder, você conseguirá identificar a forma, o estilo e a cultura da empresa que poderá utilizar em seu favor quando redigir o seu curriculum vitae.

Deve conter o seu projeto profissional

Através da leitura rápida do seu currículo, o recrutador deverá perceber quais os seus objetivos profissionais. Você deve ser capaz de demonstrar de uma forma sequencial tendo em conta a sua experiência profissional e percurso acadêmico qual a carreira que pretende seguir. Neste sentido, você deverá dar menos enfase aquelas experiencias que menos vão ao encontro do trabalho a que concorre ou pretende concorrer.

Ser verdadeiro

O seu currículo tem de ser flexível o suficiente para se adaptar a projetos profissionais distintos, de forma a que estes sejam adequados às especificidades dos empregos que você pretende concorrer. Isto não quer dizer que você esteja a falsear a informação, antes pelo contrário, você está a organizar e a evidenciar a informação acerca de si que seja mais relevante para o emprego em questão e assim chamar a atenção do recrutador.

Não obstante, você nunca deverá mentir em circunstancia alguma, pois como se costuma dizer: “a verdade é como o azeite, vem sempre ao de cima”! Mais tarde ou mais cedo a sua mentira, por mais inocente que seja será desmascarada e aí você perderá rapidamente a sua oportunidade de emprego.

Alem disso, você deve ter igual cuidado com as omissões de informação sempre que essas sejam requeridas em determinado anúncio (habilitações, idade, etc), uma vez que um recrutador experiente com certeza irá descobrir.

Evite o autoelogio

Com certeza você não gosta de pessoas narcisistas e que estão constantemente a auto elogiar-se e certamente que qualquer entrevistador também não gostará.

Por outro lado, evite redigir um seu currículo de uma forma demasiada fria. O seu currículo deve ser agradável de ler.

Deve ser positivo

Evite transparecer no seu discurso negatividade, uma vez que não trára nenhuma vantagem. Além disso, você deve ser capaz de apresentar de uma forma positiva os pormenores menos bons na sua carreira ou que de alguma forma possam desencadear algum preconceito sobre si. Por exemplo, se você esteve um longo tempo desempregado, você pode afirmar (se for verdade) que aproveitou esse tempo para se valorizar a nível acadêmico ou para fazer voluntariado, por exemplo.

Deve provocar curiosidade

No seu curriculum vitae você não deve colocar todos os argumentos que  provam que você é o candidato ideal. Antes pelo contrário, você deve ser contido ao ponto de referir por exemplo os seus resultados sem referir ou entrar em detalhe, de que forma você os conseguiu atingir. Desta forma vai suscitar o interesse do recrutador que o irá chamar para uma entrevista, afim de o conhecer melhor.

Você deve ter sempre em conta estas regras de elaboração de um currículo  para que possa ser bem sucedido.

Os maiores sucessos!

Leave a Reply